quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Um passeio pelo tecnomelody recifense do início do século XXI

Vou republicar o bom texto do Noisey. A reportagem foi de Pedro Nekoi. O link original está aqui.

Delicie-se e relembre.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------


Se você foi uma criança/adolescente que viveu no Recife entre 2001 a 2009, você sabe a importância que Deny Oliveira e Nêga do Babado tiveram na consolidação do seu caráter. Mas caso você não faça noção do que eu tô falando, te dou uma dica: tecnomelody! Ainda não?! Ok, deixa eu contextualizar melhor. Durante boa parte dos anos 2000, a televisão recifense estava apinhada de programas locais, não só aqueles programas trasheira sobre assassinatos locais e causos engraçados que aconteciam nas delegacias (que eu e minha mãe amávamos, por sinal), mas também tinham os programas de música e shows de talentos, uma coisa meio Raul Gil feat. o concurso de drags do Silvio Santos.

Era impressionante, de meio dia e meia até duas da tarde você só conseguiria assistir a uma coisa na capital pernambucana: tecnobrega. Não esse tecnobrega Gaby Amarantos de hoje em dia (nada contra, aliás), mas sim aqueles relacionados a amantes e amadas, metáforas incríveis para sexo oral, Pica-Pau Maluco, obsessão infinita e muito mais. Bom né?! Eu assisti a esses programas por muito tempo enquanto me arrumava pra ir ao colégio (escondidinho, lógico, já que minha mãe tinha pavor a essa ~cultura tecnomelódica~). E como coisa boa é pra ser compartilhada, eu decidi fazer um top 10 com as melhores músicas que embalaram meus almoços de pré-adolescência. Então separa 30 minutos do seu dia para ouvir essa eloquente, romântica e inapropriada seleção!

#10 - Menina Moleka - Vendedora de Amor



Essa aqui minha vizinha escutava _todo dia_. A gente já acordava ao som dos versos "Traíra: eu sei que sou. Bandida: eu sei que sou. Fingida: isso eu não sou" <3. Resumidamente, a letra fala sobre uma amiga que talaricou a outra, e aí a vira um bate-boca maravilhoso. Basicamente é a versão brasileira de "The Boy is Mine" da Brandy & Monica.

Melhor verso: "Desculpe, eu não sabia que esse homem era seu. (...) Ele pra mim é só mais um cliente que eu iria levar pra depenar"


#9 - Bregueço - A regra



Nossa, minha vizinha pirava nessa também! E ainda cantava junto, adicionando todo um feeling maravilhoso. Virou um hino de todo mundo. Toda vez que aquela amiga vinha dizer que a ~regra~ tava atrasada, todo mundo já começava a cantar essa belíssima canção. E essa metáfora de regra com menstruação?! <3

Melhor verso: "Quer saber, minha regra não veio. Sorria, o pai é você"


#8 - Banda Gennius - Faraó



Esqueça todo o conceito egípcio que Katy Perry trouxe em Dark Horse. A Banda Gennius trouxe isso muito antes, em pleno 2004, no programa Tribuna Show. Coreografia, figurino e letra todos baseados na cultura egípcia.

Melhor verso: "Vai começar / Vai esquentar / Hoje eu quero e mais / Com certeza minha tenda não abaixa mais"


#7 - Beijo Bhom - Rapariga é você



Por algum motivo, as bandas de tecnobrega eram fissuradas em falar sobre amor de amante x amor de amada. Ou todo mundo levava muito chifre ou era só uma maneira de jogar shadenaquela mulher que dá em cima do seu marido. Apesar do vídeo estar todo pixelado, mesmo assim dá pra perceber a atmosfera maravilhosa dos programas de auditório: um monte de pré-adolescentes que iam de caravana do colégio + coreografias aerodinâmicas + figurinos reveladores.

Melhor verso: "Rapariga é você, mal amada. Não seja boba ele não quer você"


#6 - Brega.com - Garota de Programa



Essa pode entrar num futuro “Top Músicas de Brega sobre Garotas de Programa”. Sabe quando você é criança e você canta uma música sem nem estar entendendo nada da letra e mesmo assim fazia muito sentido pra sua vida? E aí você escuta depois de "crescido" e percebe que o tal programa não era o de televisão e que se amar no quarto escuro era algo muito mais profundo.

Melhor verso: "Liguei pra dizer que eu gostei. Liguei pra dizer que eu quero te amar. Liguei e marquei um novo encontro. No quarto escuro pra gente se amar"


#5 - Brega.com - Ânsia



Outra tendência no tecnobrega eram músicas feitas para as mulheres. Sempre tinha essas letras de ajuda praquele momento em que você tá sensível, que a TPM tá batendo, que tá sofrendo por ter perdido o seu homem. Essa é linda, e não há um recifense que não tenha postado essa música no Orkut dedicando ela ao seu maior amor.

Melhor verso: "Me abriu todas as portas do amor, me fez uma mulher realizada e me tirou todas as dúvidas do amor"


#4 - Ritmo Quente - Te quero Tanto



Vou pular direto pro melhor verso, porque essa música me deixa sem palavras de tão boa. Façam um favor pra vocês mesmos e coloquem essa música na playlist "As + Picantes".

Melhor verso:"Vou te agarrar, vou te jogar na cama. Vou te deixar bem molhada. Eu vou. Sente só isso entrando é o amor. Fazer amor um dia com você vai ser show"


#3 - Banda Talibã - Me enxuga



O combo nome de banda + conteúdo musical dessa faixa é completamente periclitante. Nome politicamente incorreto: ✓ / Letra sexualmente inapropriada: ✓ Essa música era tão polêmica que um amigo me disse uma vez que o pai dele quase arrancou o couro da irmã só porque a coitada estava cantarolando os sensíveis versos dessa música. Nada mais normal do que uma filha de 10 anos cantando que vai tirando o sutiã, a calcinha e que se entrega por inteira, ficando toda molhadinha, não é mesmo??

Melhor verso: "Quando tocas em meu corpo, estremeço, dou gritinhos. Fico louca de tesão. Que gostoso teus carinhos"


#2 - Vício Louco - Pica-Pau maluco



Eu era daquelas crianças reservadas, que ficava só olhando os amigos de 12 anos já fazendo safadeza nos fundos da escola enquanto eu ainda tava assistindo Sakura Card Captors e Hamtaro. E essa música é a que mais me remete a essa diferença entre eu e eles. Era uma festa do colégio em que minha mãe trabalhava quando começou a tocar “Pica-Pau Maluco” nas alturas. Cada menino tratou de arranjar uma ~boyzinha~ (termo que usamos para chamar uma garota) e o rala e rola tecnomelódico rolou solto. Sdds.

Melhor verso: "Isso não é normal, será que é bem ou mal? Deram uma badocada [badoque = estilingue] no pobre do Pica-Pau"


#1 - Nega do Babado - Milkshake



É inegável dizer que Nega do Babado, cujo nome verdadeiro é Preta, é a Kelis recifense! Além de ter hits com mesmo nome, as duas possuem o mesmo swag e carisma contagiante. 10 em cada 10 recifenses amam/são essa música.

Melhor verso: "Eu gosto assim, eu gosto quando você vira e mexe, fica em cima de mim, tirando a roupa, me deixa louca"


MENÇÕES HONROSAS



Ritmo Quente – “Ingrata Solidão”

Mais uma em que 10 de 10 recifenses sabem a letra, cantam e choram. Icônica, eu diria.





Banda Metade & Michelle Melo – “Qualquer Uma”

Michelle Melo virou entidade pernambucana, quase a Britney recifense!




-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
OPA, A PARTIR DAQUI SOU EU, O ESTAGIÁRIO SOCIAL1!

Primeiro, deixo aqui meus parabéns ao Pedro Nekoi. Belo trabalho, resgatando uma memória televisiva de Pernambuco que não deve ser esquecida para não ser repetida.

Agora, faltaram algumas musiquinhas nessa lista. Vou deixar minha contribuição e quem sabe um dia o pessoal do Golarrolê me chama para ~atacar de DJ~ em alguma festinha badalada do meu Recife.


Ovelha Negra - Mágica do Amor




Mancha de Batom - Volta pra mim (chorei muito ouvindo isso pqp)





Banda Carícias - Vou calar sua boca (a cantora nem abria a boca e usava um lenço, lembra?)





Para fechar de badoque, o rei...

ELE!

CONDE SÓ BREGA E O "ESPELHO DO PODER"!

AO VIVO, NESSE CARAI!




Até chorei aqui. :')


Quem tiver sugestões de vídeos dos bregas antigos, deixa nos comentários!


segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Os casais mais legais da imprensa pernambucana

Um post fofo para deixar os corações de vocês ainda mais apaixonados...

OU O POPULAR "QUEM TÁ COMENDO QUEM" NO JORNALISMO!

Carlos Gambôa e Fabyola Brayner, um amor de casal.


Sabrina Rocha e Flávio Barra. Aqui tá quente, aqui tá calor no Globo Esporte.


Bruno Fontes e Clarissa Góes, romance com direito a vivo no NE1.


Mário Neto e Priscilla Morim. Ele, da CBN e ela, da Tribuna. Fofos!


Franco Benites (JC) e Vanessa Cortez (TV Jornal) não precisam de filtro para o amor.


Chico José e Beatriz Castro, vivendo e preservando o amor nesta sexta, no Globo Repórter.


Rafael Carvalheira (JC) e Ana Luisa Erthal (TRE). Feitos um para o outro. Até os óculos.


Rafael Souza e Luiza Falcão, ambos do SJCC fazendo selfie.


Rodrigo Asfora e Taís Cintra, amor das antigas na TV Tribuna.


César Nogueira e Jaqueline Macedo. Quem disse que assessores não amam?


Cássio Zirpoli e Maria Carolina, do DP. E você pensando que blogueiro não tinha namorada...


Jamildo Melo e Maria Luiza Borges. Ocupando a Estátua da Liberdade.


Evaldo Costa e Nadya Alencar, que devem se mudar para a Paraíba se o ex-secretário for eleito.


Felipe Salgado (Governo de PE) e Renata Moura (TV Jornal). Bom humor e alegria o tempo todo!


Mário Flávio (Caruaru FM) e Renata Torres (TV Asa Branca), mostram que a malhação faz bem ao coração.


Júnior Moreno e Silvana Batalha (ambos da Rádio Clube). Casal simpatia em Frequência Modulada!


Vandeck Santiago e Silvia Bessa no dia mais especial da vida desses dois repórteres super especiais!


Richard Wagner (LeiaJá) e Samara Loppes (TV Jornal). O que dizer desse casal que mal conheço e já considero pacas?


João de Andrade Neto (DP) e Priscila dos Santos (Folha de PE), sem tempo para tristezas.


Ricardo Carvalho (TV Jornal) e Nanda Sales (Duale Comunicação), um casal arretado de Caruaru.

Não são todos lindos?

Pena que não são ricos e vão ter que trabalhar em dois empregos + frilas para manter uma casa com filhos.

Quer dizer, alguns, né?


quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Os musos do Estagiário

Tá, eu não queria postar isso, mas a audiência pediu. Vê que merda. Já que eu fiz a eleição das Musas do Estagiário, o público feminino ficou todo cheio de mimimi e tal... queriam uma versão masculina.

Para ninguém reclamar, aqui está a primeira lista de musos. São leitores do blog, seguidores do Twitter  ou amigos no Face que estão sempre por aqui e merecem o ~agrado~.

Peguem essas promoções!

Jairo Thé

A delicadeza em forma de menino, direto do céu para o seu lar. Olar, Xairo. Vose vêim cempr aki? *___*

Thiago Carvalho

Também conhecido como "Negro Lindo", vai arrebatando corações com tanta simpatia e alto astral. Axé!


Camilo Simões

Novinho, secretário, gente fina, dedicado, de família rykah e bom partido. Dizem que quando uma mulher aperta a mão dele, ovula duas vezes.

Pronto. Tá bom. Chega. Enough.

NOTA IMPORTANTE: a análise de cada um foi feita pela minha vizinha, Nalva. Ea futucou as redes sociais de cada um para dizer algumas palavras. Tenho nada a ver com isso.

Quer aparecer aqui? Então me procura pelas internets que... quem sabe, né? Mas se quiser indicar alguém, manda e-mail para estagiarioblogsocial1@gmai.com.

Sua cara quando...











terça-feira, 12 de agosto de 2014

Filósofos do Facebook (parte 1)

Para você que ficou fora do universo nos últimos doze meses, eu explico.

Selfie: a palavra do ano 2013 eleita pela revista Time. É o ato de tirar uma foto de si mesmo, quase sempre nas situações mais absurdas e constrangedoras.


Uma ~mania~ que, diferente de outras modas da internet, ainda não perdeu força.

Segundo especialistas em psicologia, demonstra uma necessidade de reconhecimento, vaidade, carência e até narcisismo em casos extremos.

Dito isso, vamos ao quadro "Filósofos do Facebook". Vou tentar compilar nesta seção os exemplos de jornalistas/radialistas/publicitários de Pernambuco que mais fazem uso dessa mania "inútil" (para ser gentil) ao lado de uma frase nada a ver como legenda. Geralmente essa frase não quer dizer nada, só mostrar que o autor é uma pessoa sensível, espiritualizada ou sei lá o quê. Nesse rol você encontra passagens bíblicas, trechos de poemas, frases de caminhão e citações de grandes nomes da literatura. Mais ou menos assim: a pessoa tira uma foto no bar, enchendo a cara, se jogando e coloca como legenda "Tudo posso naquele que me fortalece". 

É dose.

Postar uma ou duas vezes por mês, vá lá, tem quem aguente. Mas duas ou até cinco por dia é muito Narciso para pouco espelho.

Lembrando que as fotos não foram roubadas de ninguém. Estão no Facebook, então o acesso é público. Se postou lá, foi porque queria que todo mundo visse, então sem mimimi. Massss... se alguém achar ruim ou me convencer que estou enganado, eu retiro a foto.

Tô tentando encontrar algo que remeta à água nessa foto, amigue. Mas você tá linda, me beja


Boy... O que é que tem a ver o cu com as calça?


#E #ainda #encheu #de #hashtags

Tá. Tão. Desconexo. Que. Ficou. Parecendo. Composição. Do. Djavan. Chapado.

Não gostou? Calma, não precisa querer me matar, afinal se as pessoas postam esse tipo de coisa é para que o mundo veja. Masssssss... se alguém estilar, avisa que eu apago a foto.

Gostou? Manda mais dicas! Foi tudo recebido por e-mail (estagiarioblogsocial1@gmail.com) e pelo Twitter.

Aguardem a próxima edição.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Folha proíbe visitas de ~estranhos~ à redação

Folha pedindo gentilmente para que visitantes deixem a redação

A Folha de Pernambuco, além de não estar muito "aí" para os direitos dos seus empregados, agora aparece com mais uma aberração. Proibiu a visita de jornalistas que não fazem parte do quadro profissional ao ambiente da redação.

Dois coleguinhas estiveram lá recentemente e relataram o ocorrido. No meio de um bate papo profissional, um repórter da Folha interrompeu a conversa e pediu para que o visitante saísse. Afirmando que "não tinha culpa de nada" e que "só recebeu ordens da direção".

Tudo bem, a empresa tem total direito de escolher quem quer dentro do seu ambiente. Mas é preciso que ela entenda que o trabalho de muitos coleguinhas precisa do contato corpo a corpo (huuummmm...) para fortalecer laços.

Ou vai dizer que o senhor EQM nunca fez uma visita de cortesia aos clientes? É o mesmo, em proporções distintas. Alguns assessores gostam de visitar repórteres para sentir o clima da redação - e muitos repórteres gostam de receber visitas para estreitar o laço profissional. Com os devidos cuidados, é bom para os dois lados.

Que feio, Folha. Que feio.

Ah, por falar nisso, tá pagando o salário da galera direitinho?

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

This is Paçoquita Cremosaaaaa!

Finalmente encontrei a Paçoquita Cremosa, o lançamento gastronômico mais aguardado do ano. No Recife, você só vai encontrar em mercados de médio porte ou padarias mais refinadas (as delicatessen). Nas grandes redes, vai demorar um pouco para o produto chegar.

O pote tem 180g e é uma bomba calórica. Só os fortes de coração e bons de alma podem se deliciar sem medo de ser feliz.

Fiz um "unboxing" no Twitter. É, imitei aquele cara, mimimi... foda-se. Quis fazer e fiz, do meu jeito.

O resultado você acomapanha live, ao vivo e na hora: