quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Eduardo reúne a imprensa no maior beija-mão em linha reta do mundo

Warning: o post tá longo. Se está com preguiça, venha outra hora.

Como já é tradição, o governador de Pernambuco e calo do PT Eduardo Campos reuniu jornalistas para a tradicional festa de confraternização com imprensa - ou beija-mão, para os mais íntimos.

A festa na Torre Malakoff foi muuuuuuuuuito melhor que a do ano passado, realizada no quintal nos jardins do Palácio do Campo das Princesas. Teve mais gente, mais comida, mais lugar para sentar, melhores atrações e mais desinibição.

Tava marcada para as 19h30, mas eu cheguei tarde, por volta das 21h. Culpa do ônibus que quebrou perto da rua dos cartórios (esqueci o nome dela, aquela que fica no centro, pertinho da antiga redação do JC. Como é o nome mesmo?) e tive que ir a pé até o Recife Antigo. Levei uma carreira de uns trombadinhas na ponte, mas isso é normal e recifense de verdade sabe lidar com isso. #TrueStory

Quando cheguei a festa tava meio morgada, com a galera ainda sóbria e tímida. Muitos abraços, apertos de mãos, sorrisos forçados, um show de falsidade... uma confraternização com todos os ingredientes típicos, mas coroada pelo sempre excelente buffet da Arcádia.

Antes de atacar a mesa, fui beijar a mão do gov Dudu, né? Cheguei pra ele e disse:

- Governador, pra você eu conto: eu sou o Estagiário Social 1.

- É o quê? (tava muito barulho e o secretário Evaldo Costa tava gritando não sei o quê no ouvido dele)

- Eu sou o Estagiário Social 1. Mas não espalha pra ninguém não, porque é segredo.

- É sério? É você? Mas tu é tão novinho... (com cara de espantado e finalmente prestando atenção em alguém)

- E o senhor me conhece?

- Oxe, acompanho o blog direto. Meus filhos morrem de rir. Mas tu tem cara de muito novo, já se formou? Entregou o TCC?

- Hehehehe... pois é. 22 aninhos com corpinho de 18. Tudo bom com o senhor?

- Tudo... olhe, sente aqui comigo. Quero conversar com você pra saber...

- Não, governador, não posso. Vai levantar suspeitas e sou discreto. Vou circular por aí, tá? Parabéns pela festa e dê um abraço em Dona Renata e nos seus filhos.

- Não, espera, deixa eu apresentar você a Renata.

- Não, não faça isso não. Deixa a bichinha conversar. Vou passear, viu? Abraços.

- Tá...

Saí do lado dele porque a conversa tava ficando longa e começava a chegar muitos repórteres de política por perto, doidos para arrancar algo do governador. Queriam a todo custo ouvir Eduardo metendo o cacete em Dilma e no PT do jeito que só o líder do PSB sabe fazer: mordendo e assoprando.

Foto que tirei ao lado de Nando Chiapetta assim que me despedi do governador. Ao fundo, um colega do JC me encarava.

Na primeira circulada, já percebi como seria o tom da festa: divisão por veículos. De um lado a turma do Diário de Pernambuco, do lado esquerdo do palco o JC, a assessoria do governo no centro, as TV concentradas perto do banheiro e a galera da Folha de Pernambuco perto da mesa de comida (os bichinhos estavam tirando o atraso, coitados...) e os amigos que estão saindo da Prefeitura do Recife meio morgadinhos e espalhados para fazer contatos profissionais.

O legal foi ver o futuro secretário de Imprensa do Recife, Carlos Percol, sendo assediado por quase todo mundo que está parado ou prestes a levar um chute na bunda. Se fosse tuitada, a frase "Percol, recebesse meu currículo?" entraria para os TT's Brasil.

Como não mandei currículo nenhum ainda, não estou nem aí e fui paquerar as gatinha tudo. Enquanto caçava, vi o tradicional estagiário da Rádio Jornal que sai à noite para eventos e enche a cara de cachaça. Também notei a apresentadora Silvana Batalha, da TV Clube, dançando super animada em cima do puff! Muito legal e bonita! Por falar em bonita, Júlia de Castro sempre dá um show, né? Aff Maria... que calor!

A animação ficou por conta da banda Madeira Delay, que fez um show competente e levantou um pouquinho a turma. Não sei porquê, mas acho que o nome do grupo teve alguma influência na sua escolha como atração de uma festa do PSB... ops, Governo do Estado.

No meio do show da banda, avistei minha presa. Uma assessora de imprensa baixinha (que obviamente não vou dizer o nome, mas que estava com um vestidinho pra lá de safado ousado). E pela primeira vez na história desse país, eu não tive dificuldade em conseguir arrastar a danada. Pelo contrário, ela que chegou pra mim e disse:

- Ei, tu aí de cinza. Vem cá.

- Oi.

- Tudo bom?

- Tudo.

- Eu sou nome censurado da agência censurada. Tá me reconhecendo não? Do Tebas?

- Ah, claro... tudo bom? (Mentira, nunca a vi na vida. Ela me confundiu)

- Tudo. Olha, vamos para outro lugar terminar aquele assunto que começamos? - E deu uma piscadinha com um sorriso no cantinho da boca.

- Bora. :O

Levei a doida para a parte de trás do banheiro, que estava vazia e ficamos no maior sarro que a Torre Malakoff já viu. Como o negócio foi ficando mais quente e tava dando nas vistas, paramos por ali. Ela tinha que ir embora. Peguei o telefone da maluca e já deixei agendada uma lapadinha antes do Natal - se tudo der certo será a segunda do ano! Um recorde! \o/

Agora a poha ficou séria!

Depois de arrumar a calça e colocar o Sr. Salsicha no lugar certo, voltei para a "pista de dança" que já estava bombando com o DJ Pepe Jordão. Foi massa, mas o cara é meio maluco... mudava de Bioncê para Village People colocando Gaby Amarantos e Calypso no meio. Tava chapado de novo, só pode. 

Com o álcool entrando na corrente sanguínea, os micos foram aparecendo. Foi só o governador deixar o local com o seu staff que a galera se soltou e enfiou o pé na jaca de vez, esgotando o estoque da mesa de drinks colocada na lateral da pista de dança.

Foto roubada do Instagran de alguém que insiste em usar filtros. Turma jovem e descolada, cheios de amor para dar e de taça na mão.

Suor com o povo dançando descompassadamente. Chapinhas em pânico.

Gente fina é outra coisa: banheiro masculino cheiroso e bem cuidado no final da festa

Na pista, uma pessoa chamou a atenção: Diogo Carvalho, editor de internacional do DP, soltou a franga e se jogou, dançando de olhos fechados.

video
Presença confirmada na tour de Madonna

Esse casal também estava virado no mói de coentro. Não sei os nomes deles, mas acho que são da Folha de Pernambuco.

video
Gente... qué quié iço?

A festa foi tão falada em todo o estado que até uma turma de Caruaru veio para dançar e comer às custas do governador. O matutinhos aproveitaram para registrar o momento, mas não contavam com a astúcia de Gil Luiz Mendes, do LeiaJá, o photobomber muçulmano do Recife.

Alô galera! Tô aqui!

Quando a festa esvaziou, fui embora de carona com um amigo. Na saída da Torre Malakoff, duas surpresas: 

1 - Um jornalista que estava bêbado tentou dirigir e acabou batendo em uma grade colocada na Praça do Arsenal. Que vergonha...


2 - Eu me deparo com isso: Thiago Tião dando uma de "Sereia de Copenhagen" em cima do carro do fotógrafo Mazella.


Não tive outra escolha senão ir para o posto Shell da Boa Vista para comprar uma água de coco e pegar o bacurau rumo à Abdias de Carvalho. Ah, encontrei muitos coleguinhas no after do posto, viu? Inclusive a doida com quem sarrei perto do banheiro.

Acho que ela é lésbica. :/

11 comentários:

  1. PUUUUUUUTZ!!!! Na Tour de Madonna???? Eu detesto a coroa do pop!!! Eu tava dançando Call Me Maybe, da Carly Rae, estagiário...

    Vcs deveriam gravar uma performance do DJ Palla na Metrópole =D

    ResponderExcluir
  2. E ainda tinha os mal educados que peidavam no meio da galera

    ResponderExcluir
  3. Que povo sem noção, hein? Independente de ser uma confraternização, é uma festa promovida pelo governador. Vergonha alheia total. O povo parece que nunca viu uma boate... rs

    ResponderExcluir
  4. After no posto Shell da boa vista = significa

    ResponderExcluir
  5. Teu colega que te encarou chama-se Manoel! hoje é aniversário dele. dê os parabéns a ele. kakakakakaka

    ResponderExcluir
  6. Estagiário Social 1 querendo pagar de ht... hahahaha!

    ResponderExcluir
  7. Vocês são tudo menos jornalistas, devem ter se esquecido do que aprenderam na faculdade, não aprenderam a parte jurídica pois uma foto de eu tirei em quanto trabalhava,está neste blog, blog que prega a descriminação e o bullying, jornalistas de verdade mostram a cara sem medo, mas a covardia de vocês é de enorme tamanho.

    ResponderExcluir
  8. E fiquem esperto, vocês estão de olho na vida alheia,e eu estarei de olhos em vocês, já identifiquei um de vocês em breve vou descobrir os outros, e divulgar a cara de cada um, mas diferente de vocês eu vou mostrar meu rosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fosse mostrar a cara seu merda, já o faria agora

      Excluir
  9. Talvez, Besterol Social 1 combine mais com vocês. Só escrevem merda!

    ResponderExcluir