sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Me formei sou jornalista HAHAHA

Eu venci!
Bom, formar não me formei ainda, mas eu apresentei meu TCC hoje e tirei nota...


PASSEEEI PORRAAAAA! Tirei DEZ! Sou jornalista, CARÁLIO! É Deus, mãe! :') TIREI DEEEEEZZZ! Vocês sabem o que é 10? SOU EU, porra! DEEEEEZZZZ!

Eu queria mandar um beijo para minha mãe, para o meu pai, para você, para o ET Bilú, para o Macaco Chico, para Dilma, para meu professor filadaputa, para Janguiê Diniz que recebeu minhas parcelas do financiamento do diploma, para o cavalo, para a tia do cachorro-quente, para o Amarelinho, para meus amigos Zildo Ferreira e Lavínio Mattoso, para o #protestoemcasaforte, para titia Jungmann, para tu e para o maracatu.

Minha reação quando divulgaram a nota DEZ!

E agora com o diploma encaminhado e com vontade de mandar a faculdade tomar no cu inicio uma reflexão: como será minha vida a partir de agora? É uma mudança muito radical, foram quatro anos dedicados à conclusão deste curso (e se somarmos mais três do Ensino Médio dá sete, né?) e agora não sei como será daqui para frente.

O projeto de conclusão de curso é passado. A sala de aula ficou para trás. Minhas prioridades serão outras a partir de agora. O contrato de estágio chega ao fim em fevereiro e depois vou ter que procurar emprego. Emprego mesmo, nada de estágio. Vai ser muita correria, principalmente porque não tenho peixe e as seleções nas empresas jornalísticas, por mais limpas que pareçam ser, sempre são um jogo de cartas marcadas.

Nem adianta fazer beicinho, Gilmar. Agora tô na tua cola!

Não sei como lidar com isso. Espero ter a compreensão de vocês se minhas aparições ficarem mais raras, no entanto prometo que vou tentar manter o "níve" das postagens.

Outra dúvida que paira na minha cabecinha de jornalista recém-formado: devo mudar de nome? Excluir o "Estagiário Social 1" e adotar outra alcunha? O que vocês sugerem?

12 comentários:

  1. Acho que deveria continuar com o nome e o endereço. Tenho certeza que com o talento que você exibe aqui vai conseguir um emprego legal :)

    ResponderExcluir
  2. Permaneça estagiário, vc já é muito conhecido com esse nome.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Rapá... em time que ganha não se mexe.

    ResponderExcluir
  4. Sugiro que use o jornalismo como hobby e não como profissão, a não ser que tenha feito voto de pobreza, ou queira passar fome, escolha outra carreira pra ganhar dinheiro!!

    ResponderExcluir
  5. Vá ser assessor de imprensa de políticos famosos, aí sim, tu fica rico ...

    ResponderExcluir
  6. Sugiro que use o jornalismo como hobby e não como profissão, a não ser que tenha feito voto de pobreza, ou queira passar fome, escolha outra carreira pra ganhar dinheiro!! [2]

    ResponderExcluir
  7. Esse estagiário é fogo. Fala tanto no Blog, mas numa coletiva não solta um piu. só mamando!!!

    ResponderExcluir
  8. Gostaria que lesse esta opinião da revista Carta Capital: http://www.cartacapital.com.br/politica/diploma-de-jornalista-e-idiotice/

    Sei que o diploma agora é obrigatório, mas fico com a frase do João do Morro: "jornal e revista o destino é limpar a bunda e enrolar peixe"

    ResponderExcluir
  9. Cara você escreve bem pra caramba e deve continuar com o mesmo nome. Nome esse que levou muita gente do curso de jornalismo a aprender a escrever usando coisas que só pessoas inteligentes conhecem... ironia! você é mestre no que faz e se brincar o blog vira um puta assunto de TCC para os coleguinhas... Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. e não está pensando em estudar para concurso não ?

    ResponderExcluir
  11. Aeeeeee, parabéns, manolo!!! Eu dei uma aula recente pra colegas seus do 8o. período (inclusive sobre blogs e citei o seu como exemplo) e eles falaram em vc (não, não citaram nomes, kkk). Manolo, corra atrás de frilas também e conselho: continue com o blog, do jeito que é, pq dinheiro sustenta, mas o que dá a paz de espírito na profissão é ética e independência. Parabéns, colega. Um beijo da "tia" Taís Paranhos, que há exatamente 1 ano, entrevistou vc para o blog que hoje tem mais de 200 mil acessos.

    ResponderExcluir